Artigos

Constelação Familiar | Terapia Sistêmica Fenomenológica

May 4, 2016

Constelação Familiar é uma forma de  terapia potente e eficiente de resolvermos emaranhamentos antigos e liberarmos toda a energia que antes estava presa ou usá-la para vivermos uma vida mais saudável, natural e espontânea. A técnica permite também liberar o indivíduo de uma identificação inconsciente e prejudicial com pessoas que, no passado, foram excluídas do círculo familiar. Permite, ainda, transformar a culpa (e outros sentimentos difíceis de serem superados) em uma força para o bem, por meio do reconhecimento e da aceitação de motivações ocultas.

 

Desenvolvida pelo psicoterapeuta alemão Bert Hellinger, este enfoque terapêutico vai mais além da história pessoal, abrindo uma porta para um espaço novo, o espaço da história familiar. Com sua vasta experiência trabalhando com pessoas, observou que dentro do sistema familiar existe uma dinâmica oculta que atua independente do desejo dos seus membros. Descobriu relações surpreendentes entre o passado e o presente. Muitas vezes, as raízes de nossos problemas encontram-se em gerações anteriores, pois toda a família está vinculada, incluindo nós mesmos, sem sabermos, sem sentirmos.  Essa dinâmica oculta obedece ao que Hellinger chama de ‘Ordens do Amor’, que quando são transgredidas levam ao sofrimento e dificuldades até para membros de gerações seguintes. Assim, o sofrimento e a culpa são transmitidos de geração em geração. Por exemplo: um membro excluído da família é representado por outro membro que nasce posteriormente no mesmo sistema, então sua sorte se repete.

 

Ao referir-se a essas partes inconscientes que nos unem, ou seja, a essas conexões entre os indivíduos de um sistema, Hellinger usa a palavra ‘alma’. A alma procura que os valores, comportamentos e sortes de nossos antepassados continuem atuando, vibrando e buscando sua realização em nossa própria pessoa. Essa lealdade é um dos valores mais supremos. Cada um assume um papel necessário para o sistema familiar. A ordem que reina nas famílias procura que toda injustiça seja reparada. Assim, por exemplo, um sentimento fortemente reprimido por um membro de uma geração anterior fica errante pelo sistema familiar, buscando alguém que o viva, desta forma um indivíduo que venha a nascer posteriormente nessa família adota esse sentimento reprimido, sentindo-o continuamente e passando a expressá-lo. Sem motivos que justifique esse sentimento na sua história pessoal.

 

Partindo dessas observações, ele desenvolveu um método que chamou de Constelação Familiar, uma abordagem sistêmica-fenomenológica que possibilita revelar de que forma os vínculos familiares se estabeleceram e como dissolver possíveis emaranhamentos. Trazendo à luz a dinâmica escondida, a rede de vínculos que une uma família (que se torna visível numa constelação familiar), encontra-se a solução para o problema, permitindo desenvolver a força interior da família. A capacidade de entendimento de nosso próprio comportamento é expandida, tornando possível a reconciliação conosco e com outros membros do sistema, trazendo paz interior.

  O fundamento das soluções sistêmicas consiste em liberar a força do amor. Essa força transformadora flui quando todos os membros do sistema familiar são reconhecidos, honrados e respeitados no seu devido lugar. “O qua ocorre e se mantem por amor, só por amor pode encontrar soluções”.

 

 

 

 

Please reload

Arquivo
Please reload