Artigos

               O corpo registra tudo. A memória do corpo é nossa memória mais arcaica. Nossa história pessoal é um registro de sensações vividas em nosso corpo desde a concepção. Essas sensações, que são expressas inicialmente nas ações da criança, vão aos poucos também sendo sua maneira de pensar no mundo. Os primeiros esquemas de ação são a maneira mais arcaica de pensar.  Na primeira fase da vida, a atividade sensório-motora (sensações e movimentos) e a atividade psíquica estão intimamente unidas: agir é pensar. 
               Se queremos compreender uma criança, precisamos compreender a ação da criança. O sentido dado às ações nos mostra como a construção do “eu” acontece. Toda ação com fundo de prazer é brincar; o brincar permite a expressão da dimensão inconsciente da criança. As brincadeiras possibilitam a expressão simbólica dos conflitos afetivos da criança. Para o desenvolvimento harmonioso da criança deve-se dar-lhe...

Please reload

Arquivo
Please reload